Aaru’s Awakening Playstation 4 Review

Aaru’s Awakening Playstation 4 Review

2020-04-15 0 Por Marcos Paulo Vilela

“Derrote um mal arrepiante
Desperte seu poder

Você pode restaurar o equilíbrio entre amanhecer e o anoitecer? Com o mundo de Lumenox ameaçado por atos perigosos das noites, apenas Aaru tem o dom de salvar esta terra mítica.

Torne-se corajoso em Aarus e use seus poderes de teletransporte e cobrança para viajar para o domínio Nights. Em sua jornada, você descobrirá amigos úteis … e inimigos mortais. Somente os dedos mais rápidos e a inteligência mais rápida podem resolver os quebra-cabeças diabólicos que esperam por você”

Aaru’s Awakening é um jogo de plataformas 2D de ação, desenhados à mão, em movimento lateral e um esforço de estréia da Lumenox Games. Depois de ser adiado a partir do verão de 2014, o jogo foi lançado em 23 de fevereiro de 2015 para PC e Mac antes de chegar às plataformas PlayStation 4 e Xbox One .

 💡 GamePlay

Os jogadores assumem o papel do campeão do Dawn, Aaru, enquanto ele viaja pelos reinos do Crepúsculo, Dia, Noite e Dawn para resolver conflitos nas terras.

Aaru's Awakening Playstation 4

foto:reprodução

O jogo utiliza estilo de arte desenhado à mão e se concentra em um estilo de plataforma masocore. A mecânica central do jogo gira em torno da capacidade do Aaru de se teletransportar, que funciona jogando uma esfera que serve como o local para o qual o jogador deseja se teletransportará.

Por exemplo, se o jogador receber uma pequena brecha, ele não conseguirá atravessá-lo e poderá jogar a bola sob a parede e se teletransportar instantaneamente para o outro lado Muitos dos quebra-cabeças do jogo exigem a utilização dessa habilidade juntamente com outros tipos de movimento, como correr, pular e executar uma corrida aérea.

 ➡ Revisão

Ao dar uma primeira olhada no Aaru’s Awakening ps4, você notará os belos visuais que o jogo oferece. Tudo o que você vê na tela é desenhado à mão e é um dos pontos positivos de uma experiência curta e um tanto frustrante. Como um campeão do poderoso Dawn, Aaru é encarregado de derrotar os irmãos de Dawn: Day, Dusk and Night.

Aaru é controlado usando L1 para pular e carregar, enquanto R1 e R2 são usados ​​para fins de teletransporte. Para plataformas simples, saltar e carregar funciona bem, mas para as lacunas maiores, o teletransporte deve ser usado. 

Com R1 e o direcional direito, você lança uma esfera e aponta uma esfera para um local e pressiona R2 para se teletransportar para esse local. O esquema de controle pode ser difícil de aprender a princípio, mas com o tempo achei os controles intuitivos, mas difíceis de dominar.

Os níveis do game parecem ser curtos, curtos mesmo que podem ser superados em alguns minutos ou menos. No entanto, o tempo real necessário para concluir um nível é prolongado ao tentar concluir os níveis mais difíceis. 

Dificuldade

O jogo é difícil, mas às vezes é por razões erradas. Espere morrer muito, mas felizmente pontos de verificação são dados a você com freqüência.

Aaru's Awakening Playstation 4

foto:reprodução

As seções de plataforma podem ser entediantes em vez de divertidas. Depois de completar um nível, às vezes me vi dizendo “até que enfim” em vez de “eita caraí, que fase massa“. Não senti nenhuma realização ao concluir uma seção ou nível. A única recompensa é saber que outro nível mais difícil ou frustrante está à sua frente.

Por outro lado, cada vez que você morre, aprende algo novo que o ajudará a superar o quebra-cabeça ou o nível específico. A frustração também ocorre quando você finalmente passa dos primeiros obstáculos, apenas para morrer no próximo obstáculo que não podia ver antes.

Também me vi tendo dificuldade com as ações mais simples, como pular na próxima plataforma. O desafio vem de ser preciso com seus movimentos e, muitas vezes, existe apenas uma maneira específica de eliminar um obstáculo.

Parece tentativa e erro, tentando descobrir quais combinações de salto, carregamento e teletransporte eu precisava usar.

A história não agiu como um fator motivacional ao tentar percorrer o jogo, pois a história é bastante simples. O desafio vem de ser preciso com seus movimentos e, muitas vezes, existe apenas uma maneira específica de eliminar um obstáculo. Parece tentativa e erro, tentando descobrir quais combinações de salto, carregamento e teletransporte eu precisava usar.

Arte do game

Aaru's Awakening Playstation 4

Aaru’s Awakening Ps4 -foto:reprodução

A arte do jogo é excepcional. Cada um dos personagens , Aaru, e inimigos é lindo de se olhar, levando você a parar e contemplar os detalhes de cada um deles.

Um problema que encontrei na arte é que às vezes era difícil determinar o que era um obstáculo e o que era apenas um pano de fundo. Algumas vezes me vi manobrando pelo ambiente apenas para morrer inesperadamente, como partes do que parecia ser o pano de fundo, na verdade eram obstáculos de primeiro plano.

Outro problema que encontrei na arte é que é difícil determinar em quais espaços seu personagem pode pular e em quais espaços apenas a esfera de teletransporte pode se encaixar. Algumas fendas são grandes o suficiente para eu imaginar que Aaru poderia passar, apenas para descobrir que ele não podia e, por sua vez, morrer. É outro fator que contribui para a jogabilidade de tentativa e erro.

Placares

Um aspecto importante do jogo que é aparente é que o jogo é construído em torno da velocidade. Cada nível tem uma medalha de bronze, prata ou ouro, que é concedida após a conclusão com base no seu tempo. 

Os placares globais e um placar de amigos são mostrados para comparar seu tempo com os outros. É um bom recurso que foi incluído. Eu ficava constantemente interessado em olhar para os tempos dos outros jogadores.

Um modo Hardcore é apresentado, permitindo ver até onde você pode chegar no jogo antes de morrer. Aaru’s Awakening Playstation 4 pode ser zerado em apenas algumas sessões e a experiência não é memorável nem emocionante.

Vale a pena observar os belos ambientes e personagens, desde que eles não o matem primeiro. Um dos últimos estágios do jogo é chamado de “Hopeless“, rsrsrs literalmente você se sente “sem esperança” de terminar o jogo. 🙂