Donkey Kong 64 – Review/Nintendo 64

Donkey Kong 64 – Review/Nintendo 64

2020-03-08 0 Por Marcos Paulo Vilela

 💡 Donkey Kong 64, aquele game que já batia nostalgia do SNES naquela época!

K. Rool sequestrou os Kongs! Donkey Kong poderá resgatar seus amigos, recuperar as Bananas Douradas e salvar sua terra natal da destruição certa? Pegue alguns Kremlings com o Chunky’s Pineapple Launcher ou o Lanky’s Trombone. Flutue pelo ar usando o Rabo de Cavalo Twirl de Tiny ou até mesmo um foguete para o céu com Jetbarrel de Diddy!

Ah, Donkey Kong 64 para o Nintendo64, só quero dizer que é um ótimo jogo e ponto. Primeiro porque se deve ao fato de ser fabricado pela RARE, ainda estou para ver um jogo RARE que não era decente na época. Agora, muitos jogadores dizem que não é o melhor da RARE, o que é devido à famosa dupla de urso e passaro que a galera conhece do 64. Se por algum motivo BK parece melhor, provavelmente é porque o DK 64 pegou muitos recursos do Banjo Kazooi e o colocou no jogo, o que necessariamente não é uma coisa ruim, mas o BK foi a origem, no entanto, isso não deve tirar a grandeza do game, sema mais delongas vamos dar uma olhada em Donkey Kong 64!

DETALHES SOBRE O GAME:

  • Plataforma: Nintendo 64
  • Género: Ação » Jogos de plataformas » 3D
  • Desenvolvedor: Rare Ltd.
  • Editora: Nintendo
  • Lançamento: 24 de novembro de 1999
  • Franquia:   Donkey Kong

Jogabilidade de DOnkey Kong 64

O jogo começa com o rei K. Rool em seu gigantesco navio King K. Rool em direção a Donkey konk K Isle, que é o lar do Kongs. No caminho até lá, o navio do rei K. Rool bate em uma pedra e o navio, estando tão perto da ilha, apresenta defeitos e o Blast-o-matic não funciona. Então o rei K. Rool ordena que seus lacaios sequestrem os amigos de Donkey Kong e roubam as bananas douradas mais uma vez, enquanto os demais consertam o estrago da explosão.

Donkey Kong 64, imagem do game – foto: reprodução

Agora cabe a Donkey Kong salvar seus amigos, obter 8 chaves para destravar o portão de Klumsy K. Rool, primo do rei K.Rool, para que ele possa se vingar do rei K. Rool e ele não destruir o bela ilha, deve obter todas as 200 bananas douradas de volta e derrotar o vilão!

Quando você começa a jogar, reconhece alguns movimentos básicos, assim como no Banjo Kazooie, e à medida que avança no jogo, você aprende novos movimentos do Cranky Kong comprando-os com moedas. Também ao longo do jogo, você compra outros itens, como armas e instrumentos, da Funky e Candy Kong. Em cada mundo, existem 500 bananas e 25 bananas douradas; 5 bananas douradas para cada kong e outras 100 mais.

Existem áreas específicas para cada kong, e você deve continuar trocando de macaco para avançar ainda mais no nível. Os níveis(fases) são enormes, muitas áreas a explorar e não há fim para a diversão. Existem tantos recursos para este jogo que abordarei mais tarde que tornam o jogo agradável de jogar e não decepcionam as pessoas.

Som de DK 64

Como em todos os jogos RARE, a música é muito suave e a maioria das músicas  jogo é muioto bem feita. Eles são cativantes e, como sempre, capturam a configuração para esse estágio área em particular. O som é uma das coisas que são semelhantes ao Banjo-Kazooie, o melhor exemplo é o tema DK Isle/Gruntilda’s Lair theme.

O som muda dependendo de qual situação você está, mas isso não é uma coisa ruim, eu acho ótimo. No entanto, BK teve primeiro esta impessão, então parece que eles estavam apenas usando a mesma idéia novamente. Ainda assim, a música é agradável.

Gráficos!
Donkey Kong 64,

Donkey Kong 64, cartucho do game-foto:reprodução

Cara, precisávamos de um pacote de expansão para este jogo! Os gráficos nos fizeram os olhos brilhar com a bela água cintilante, as belas transições de grama para areia. Os detalhes simplistas para tornar as áreas do jogo mais realistas. 

Os gráficos para os ambientes são impressionantes. Os gráficos dos personagens também são bons. Quero dizer, era a primeira vez de Donkey Kong no 3D, quero dizer que eles tiveram jogos como Mario Party onde ele era 3D no console, mas para a franquia DK, era a primeira vez, e o que eu achei bacana foi a ideia deles colocarem o kong para andar como bipede e não de quatro como era no snes!

Controles

Eu meio que os mencionei nas seções de jogabilidade, mas no geral os controles são simplistas e se tornam naturais muito rapidamente. São seus controles básicos de plataformas. No entanto, há um exemplo de controles terríveis que mencionei mais tarde nas minhas 3 principais coisas ruins.

Este jogo é daqueles que muitas pessoas vão querer jogar de novo, mas não com muita frequência devido a ser um  jogo bem extenso, mas o game é muito divertido para não se repetir.

 🙂 Donkey Kong 64 Pernosages/Characters!
Donkey Kong 64

Donkey Kong 64, personagaens do game, foto: reprodução

Donkey Kong: É o personagem principal do jogo. O gorila volta depois de anos de ausência, pois mesmo aparecendo em outros jogos, somente no primeiro DKC era possível controlá-lo. Donkey também pode se transformar em Rambi, se entrar na caixa de transformação.

  • Cor Correspondente: Amarelo 
  • Instrumento musical: Bongo
  • Poder de Barril: Invencibilidade
  • Arma: Tronco de cocos

Diddy Kong: Presente nos dois primeiros DKC. Diddy é um chimpanzé muito ágil, e é encontrado logo na primeira fase.

  • Cor Correspondente: Vermelho
  •  Instrumento musical: Guitarra
  •  Poder de Barril: Foguete a Jato 
  • Arma: Lança-Amendoins

Lanky Kong: Um dos novos Kongs. Lanky é um orangotango e pode usar seus longos braços para ativar botões distantes e andar usando as mãos. Também pode se transformar em Engarde.

  • Cor Correspondente: Azul Claro 
  • Instrumento musical: Trombone
  • Poder de Barril: Super velocidade
  • Arma: Zarabatana de Uvas

Tiny Kong: Irmã mais nova de Dixie Kong, e como a irmã, consegue executar a “cabelada”, onde ela se mantém mais tempo no ar girando o cabelo.

  • Cor Correspondente: Roxo 
  • Instrumento musical: Saxophone
  • de Barril: Diminuir de tamanho
  • Arma: Arpão de Penas

Chunky Kong: Irmão mais velho de Kiddy Kong, é um imenso gorila, mas é um medroso.

  • Cor Correspondente: Verde 
  • Instrumento musical: Triângulo de Metal 
  • Poder de Barril: Ficar gigante 
  • Arma: Bazuca de Abacaxi

Candy King é uma figura feminina Kong da série Donkey Kong , criado por Rare e de propriedade da Nintendo. Ela é a namorada muito atraente, loira (ou ruiva) de Donkey Kong, e foi uma aliada menor dele e da família Kong várias vezes em suas aventuras na sua luta para salvar o mundo dele. Ela demonstrou ser uma entusiasta de música, desafios, dança e fitness. Um de seus sonhos é ser uma supermodelo, que no final, Candy acabou se tornando.

Candy Kong também aparece em Donkey Kong 64 ; no jogo, ela forneceu instrumentos para DK e companhia usarem contra o Kremling Krew e usa fones de ouvido em vez de um arco. Ela também distrai o rei K. Rool enquanto Funky Kong dispara sua arma contra ele na luta final. Ela veste uma camiseta rosa com o nome escrito, um colar de ouro no pescoço, faixa preta, shorts rosa e tênis roxo da Converse.

 💡 3 coisas boas e 3 principais coisas ruins de Donkey Donk 64.

As 3 melhores coisas boas:
# 3 – Os jogos de bônus são divertidos e desafiadores para todos os jogos. Com uma coleção única de desafios, como atirar melancias em pequenos krushas ou coletar todas as moedas em um determinado período de tempo, os desafios realmente o colocam você à prova. Existem até dois jogos de arcade clássicos da Nintendo no jogo!

# 2 – A duração do game é incrível, com certeza não pode ser repetida muito por ser muito longo, mas a duração do jogo é ótima. Quero dizer, 200 bananas douradas que você precisa coletar, isso levará um tempo véi ! Se você é como eu, e muitos outros jogadores, vai querer um jogo que o mantenha bastante ocupado por um tempo e não apenas um jogo que você pode finalizr rapidamente.

# 1 – A variedade de recursos neste jogo é a melhor coisa sobre este jogo! Tantos recursos divertidos que tornaram este DK épico. Existem muitos recursos neste jogo que o tornam muito mais interessante e divertido. Existem armas, instrumentos OHKO, granadas laranja, movimentos especiais, teleportadores, vários itens para colecionar, vários mini-jogos diferentes, desafios de batalha, até uma câmera que você precisa usar , quão legal é isso?!

A variedade então melhora devido ao fato de haver cinco caracteres diferentes. Então cada um recebe sua própria arma individual com munição diferente, seu próprio instrumento, seus próprios movimentos, etc. Existem muitas características diferentes e espalhar a variedade entre os cinco personagens diferentes apenas contribui para a diversão do jogo.
Embora o jogo seja bom, vamos dar uma olhada no lado ruim das coisas.

As 3 principais coisas ruins:
# 3 – Embora eu não me importe, a maioria dos jogadores se cansa do jogo porque pode ficar muito repetitivo, quero dizer, você precisa coletar 500 bananas em cada mundo, obter 25 bananas de ouro, obter uma cópia azul para cada macaco em cada mundo. Bata um mini-jogo para obter uma banana, e a maioria das bananas de Tiny é obtida encolhendo e entrando em algo. Portanto, o jogo pode ser um pouco repetitivo, mas não é ruim, é por isso que este tópico é o menos ruim das minhas analises.

# 2 – Em todos os jogos, somos capazes de posicionar os ângulos da câmera …. mas este jogo oferece pouca capacidade de mover a câmera! Às vezes, eu me encontro em um lugar onde você tem que andar devagar em uma borda curtinha, o problema é que em muitas vezes os personagem fica em ângulos horríveis que são imposssiveis de mover o ângulo da câmera.

# 1 – Três palavras, o Jet Pack de Diddy. Agora, não me interpretem mal, os Jet Packs são INCRÍVEIS e, ao ver que Diddy conseguiu seu próprio jet pack, fiquei muito emocionado na época 😳 . bem, essa emoção chegou ao fim pra mim após segundos depois de usa-lo. “Véi“, que ngócio ruim de controlar, O jet pack do Diddy e osso pra jogar com ele! A princípio até pensei, “não, deve ser porque eu ainda não me acostumei 😉 “, mas que nada, o bicho é complicado mesm.

Ao usar o jet pack, você usa o botão A para impulsionar, que basicamente apenas dispara você para os ceus. O que torna isso ainda pior, para se mover em qualquer direção, requer muita manobra! Por exemplo, se você quiser voar para frente, não pode simplesmente inclinar o stick analógico para frente, você deve soltar o botão do acelerador para perder altitude e depois apertar o acelerador novamente para subir de novo.

Assim ao inclinar o manípulo analógico, você realmente vai para frente. No entanto, você voará alto e terá que repetir o processo novamente, e isso irrita “ba caraì’,  virar também é um problema; se você estiver voando reto e precisar virar à direita, só mover para a direita certo, mas Diddy não voará para a direita, em vez disso, ele permanece no local em que está e vira o corpo para a direita, a verdade é que não dá certo, os controles são difíceis de se acostumar, não importa quantas vezes você use o jet pack.

No geral ainda é um jogo maravilhoso que qualquer pessoa vai gostar. Embora tenha que viver na sombra do Banjo-Kazooie, pois ele pegou algumas das características do jogo e as tornou as copiou, embora possa não ser o melhor da RARE, ainda é um jogo digno de jogar e se divertir bastante, para os amantes de Donkey Kong então, nem se fala!