Splinter Cell Remake: Game permitirá estilo de jogo não-letal

Splinter Cell Remake: Game permitirá estilo de jogo não-letal

2022-11-21 0 Por Marcos Paulo Vilela

 

Numa altura em que o Splinter Cell original celebra o seu vigésimo aniversário, a Ubisoft tem vindo a partilhas mais informações sobre o jogo. Ainda que esteja numa fase de produção inicial, os produtores já deixaram claro que será possível completar o jogo de forma não letal.

Chris Auty, diretor criativo do remake, fez questão de assinalar que os jogadores vão poder completar o jogo de forma não-letal, sem matar um único inimigo: “Penso que o sentido de mestria, também se estamos a falar de perfeccionismo no jogo, é importante. Gostaríamos até que o Remake levasse isso um passo em frente.

Gostaríamos de garantir que todo o jogo é jogável, do princípio ao fim, sem uma única morte, se de todo for possível. Isso também é importante para nós”.

Para os jogadores que deixam um rasto de destruição mais visível, as coisas vão ser um pouco mais fáceis do que no jogo original, onde ao terceiro toque de alarme, a missão era automaticamente falhada. O designer sénior Andy Schmoll falou mais sobre a nova abordagem neste aspeto.

“Queremos dar ao jogador mais algumas oportunidades para desescalar algumas situações. A furtividade é um pilar extremamente importante para nós, e pretendemos incorporar filosofias modernas de design, melhorando a jogabilidade furtiva minuto a minuto que era tão especial no original”.

Splinter Cell Remake: Game permitirá estilo de jogo não-letal

Auty acrescentou: “Então o Sam, sendo o derradeiro agente de campo secreto, tem à sua disposição uma enorme variedade de ferramentas e habilidades, aparelhos e movimentos. E, com todos eles, visam criar estes momentos de tensão. Sabes que há um inimigo próximo. Sabes que há uma ameaça ao virar a esquina.”

“E ele tem estas ferramentas que pode utilizar para reagir numa fração de segundo. Se um inimigo está a virar a esquina e não o viste a tempo, ele pode fazer estes saltos entre as paredes, subir para um lugar alto e evitar o contacto. Ele pode planear, olhando por baixo das portas e utilizando estas ferramentas para compreender onde estão as ameaças e esse tipo de coisas. Queremos criar estes momentos de tensão em que o jogador precisará de usar estas ferramentas e gadgets para reagir, também”.

Por agora, o remake de Splinter Cell ainda não tem uma data de lançamento, embora a Ubisoft tenha referido que ainda está numa fase muito inicial de desenvolvimento.

fonte: ign-pt